As contas referentes aos dias de gestão do vice-prefeito Jorge Costa foram aprovadas

A Câmara de Barra Mansa julgou na sessão de quinta-feira as contas de governo do ex-prefeito Jonastonian Marins Aguiar, referente ao ano de 2016. Como naquele ano houve o afastamento temporário do ex-prefeito, assumindo seu vice, Jorge Oliveira Costa, a câmara também julgou as contas do então vice-prefeito. O parecer do TCE/RJ – Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro – reprovou as contas de ambos os gestores, apresentando 24 impropriedades.

Os dois gestores apresentaram defesa quanto ao parecer do TCE, mas somente o ex-prefeito Jorge Costa compareceu ao julgamento realizado pela Câmara de Barra Mansa. Em sua defesa oral, o ex-prefeito  Jorge Costa reiterou o pedido para que as contas fossem votadas separadamente.

-No memento de caos político e econômico, acordei no dia 02 de junho de 2016 prefeito de Barra Mansa, por determinação judicial. E, obedecendo a essa ordem, assumimos a chefia do executivo por 45 dias. Era impossível, naquele momento, pararmos máquina para fazermos uma auditoria, por exemplo. Priorizamos a folha de pagamento na época.  Peço, assim, a desvinculação e a aprovação das minhas contas pelos 45 dias em que atuei como chefe do Executivo municipal – reiterou Jorge Costa.

O parecer da Comissão de Finanças da Câmara desvinculou as contas dos dois gestores, reprovando as contas de Jonastonian Marins Aguiar e aprovando as contas de Jorge Costa Oliveira. O parecer foi aceito pelo plenário e as contas foram julgadas em separado, determinando apenas a reprovação das contas do ex-prefeito Jonastonian Marins Aguiar. O vereador José Renato de Oliveira apresentou voto contrário à aprovação das contas de Jorge Costa.

::: Sessões da Câmara

24 Ago 201809:00AM - 05:00PM
Sessões - Agosto/2018
23 Ago 201807:00PM -
Sessões - Agosto/2018
21 Ago 201807:00PM -
Sessões - Agosto/2018

::: Contato

(24) 3322-2652
(24) 3322-3752